Gostaria de falar com um de nossos consultores? Clique Aqui

CID X CIF: Qual a diferença?

CID X CIF: Qual a diferença? Leave a comment

CID X CIF: Qual a diferença? 

CID: Classificação Internacional de Doenças
CIF: Classificação Internacional de Funcionalidades

O que é a CID e para que serve?

CID é a sigla para Classificação Internacional de Doenças e tem por objetivo padronizar e catalogar doenças, tais como sinais e sintomas, anormalidades, queixas, contextos sociais e causas externas. E para cada estado de saúde é atribuído um código único: CID. Esse código é aquele que aparece no seu atestado médico.

A CID é importante para analisar a situação geral de saúde da população, e monitorar a incidência e prevalência de doenças e outros problemas de saúde, dando uma imagem da situação geral de saúde de países e populações.

Acesse o link e veja a lista de doenças da CID: http://www.previdencia.gov.br/dados-abertos/estatsticas/tabelas-cid-10/

O que é a CIF e para que serve?

CIF é a sigla para Classificação Internacional de Funcionalidade e seu objetivo é avaliar suas funções, condições e o que o seu corpo ainda pode realizar, ao invés de classificar pessoas de acordo com a doença e suas incapacidades como a CID. Às vezes uma pessoa não tem uma doença regulamentada na CID, mas a condição dela impede que ela tenha igualdade de oportunidade em relação à outra pessoa que não tem aquela condição. 

Por ex.: uma pessoa que tem uma marca no rosto, não importa se é queimadura, uma mancha ou cicatriz e sim as dificuldades que ela apresenta ao trabalhar com atendimento, por exemplo. Paramos de pensar no “motivo da marca no rosto”, e começamos a pensar nas “dificuldades que essa condição trás”. Nesse caso ela pode se enquadrar na CIF e ter a mesma oportunidade de pessoas sem essa condição. 

A avaliação ajuda a entender as necessidades individuais das pessoas, considerando todos os aspectos de sua vida, as barreiras, o impacto sobre suas funções… Traça estratégias de ação e objetivos para habilitação e reabilitação. Também pode estabelecer  fatores clínicos, emocionais,  ambientais e sociais envolvidos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Compartilhe!

Deseja obter mais informações sobre nossos serviços?

Abrir chat
Olá, como podemos te ajudar?
Powered by